Conto 14 - A Caçadora

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Esse é fofo! :3

Conto 14 – Um conto de natal – Jessi e Zack – A Caçadora
autora: Vivianne Fair

nota: narrado por Zack

Lá estava ela, mas parecia mais atarefada hoje. Estava ainda toda maluca com a decoração daquela árvore; todo dia coloca uma coisa nova. As pessoas normais decoram a árvore de natal num dia só, mas não a Jessi. Cada dia tem uma novidade pendurada. Aí eu apareço, quebro uma ‘sem querer’ e ela coloca outra... nunca para. Eu chamo de obsessão, mas ela chama de amor.
Isso me pegou de jeito. Não costumo me apegar às pessoas, sabe, dada a minha condição de imortal. Parece que todo mundo é feito de poeira. Você se apega a alguém e puff. No outro dia ela vai embora pro céu – e epa, não é culpa minha (na maior parte das vezes). E nem vou falar sobre animais de estimação. 
Mas eu devo admitir que me apeguei à Jessi. Não tem como não se apegar; é uma doçura todo aquele sarcasmo. E a mudança de humor, então? É tudo de bom!
De qualquer forma, eu não quis interromper dessa vez. Ela estava tão entretida fazendo toda aquela comida, rodando com aquele esfregão na mão...Tão caseira, sem ter o menor talento pra isso. Foi aí que eu vi uma coisa que me deixou incomodado. Presentes. Haviam muitos presentes no chão.
Essa não! Faz centenas de anos que não participo de festas de natal, não tinha a menor ideia de que se trocava presentes nesse dia. Achei que era só conversa. E agora? O que eu poderia dar pra safadinha? Sapato nem pensar. Quer dizer, a mulher tem mais sapato que fio de cabelo na cabeça. Sem contar que toda vez me taca um diferente.
Resumindo, ela tem um de cada pé, apenas. Bem feito.
Certo, e roupa? Ela gasta uma grana preta nessas roupas todas... bem, mas e se eu errar o número? Se eu der um número pequeno, vai achar que estou implicando com ela e dizendo que ela precisa emagrecer; se der um número maior, vai dizer que a chamei de gorda.
Isso é que dá ser sacana o tempo todo.
Tá, então...chocolate? Ela está na TPM? Faz sentido dar chocolate pra mulher quando ela não está em TPM? Sem contar que eu duvido que ela fosse comer. Não é que ela não confie muito em mim... nem eu comeria. E não é só porque bebo sangue, não.
Certo, então só me resta uma coisa a fazer.
Bisbilhotar o presente dos outros. Vou começar pela Estela.
Dei a volta no prédio e vi que ela estava também ocupada, escolhendo qual orelhinha ia usar na festa no quarto da Jessi. Otakus são tão absurdas.
Sai meio irônico um vampiro falar isso, mas enfim.
Umas batidinhas no vidro foram suficientes para chamar sua atenção. Ela abriu com um meio sorriso no rosto.  
– Não, Romeu. A janela da ‘Juliessi’ fica do outro lado, no andar de cima.
– Eu sei, doidinha. Eu queria te perguntar o que você comprou pra Jessi.
– Bisbilhotando meu presente? Você devia comprar um de acordo com o seu coração.
– Em primeiro lugar, ele parou de bater faz um tempinho. Em segundo, por favor, não me faça vomitar.
Ela revirou os olhos de um jeito cômico.
– Tá, eu comprei uma bolsinha rosa linda com estampas de flores e desenhos de anime. Quase igual à que a Mizuki do anime...
– Ok, ok, deu – cortei-a, antes que ela me narrasse o episódio inteiro – mas como você sabe que a Jessi vai gostar... disso? – fitei a bolsa super rosa na cama e fiquei com pena da Jessi, por ter que esboçar um sorriso e dizer que gostou. Jessi não sabe mesmo mentir e aquilo vai piorar o teatro que ela vai ser obrigada a fazer. 
– Como assim? Claro que ela vai gostar! É linda, perfeita e super fashion!
Eu sei que ela não vai gostar. E sinceramente, graças a Deus.
Agradeci e disse que a bolsa continuava sendo ridícula. Ela deu um risinho e desapareci pela janela.
Às vezes é bom ser vampiro e gato. Você pode ser estúpido às vezes e as mulheres acham que é charme. Talvez seja.
Visitei em seguida os outros quartos: de Bobby, Dine, Ana e Sofia. Jessi só tem amigo pirado, sério. Eu adoro eles. Me sinto em casa.
Gente, essa mulher realmente vai precisar de terapia. Olha só as companhias!
Bem, Bobby comprou um livro – isso me recuso. Não quero Jessi suspirando por vampiros e caras, purpurinados ou não. De qualquer forma prometi a ele que não colocaria fogo nele por pelo menos uma semana. Se Jessi não ler até lá é problema dela. Sofia vai dar um desenho que ela fez meu – quê? – e Dine um DVD do Angel. Outro que vai pro saco.
Ok, só daqui a uma semana. Acho bom Jessi usar os presentes rápido.
Ana vai dar um colar que ela fez de macarrão. Aah, esse, Jessi vai ter que usar – o tempo todo. Vou fazer questão de dizer na frente da Ana: “ué, Jessi, cadê o colar lindo que a Ana te deu? Você não usa?”
Certo, já planejei fazer com a Jessi todas as sacanagens possíveis depois do natal – epa, olha a mente – mas ainda não pensei no que realmente dar a ela. Quando já estava me sentindo um pouco frustrado e dava meia volta para o quarto de Jessi, me deparei com um presépio de tamanho natural montado no jardim da universidade. Brilhava com uma intensidade maior do que eu havia notado...
– Bonito, não?
Voltei meu rosto para um rapaz sentado perto de José, no meio da palha.
– O que é você? Um objeto de decoração?
Ele sorriu e levantou-se.
– Pode-se dizer que sim.
O rapaz tinha cabelos castanhos penteados para trás e um belo semblante – sou obrigado a admitir – e usava roupas brancas e leve, com uma calça de mesma cor.
– Você é médico? – eu tinha que perguntar.
– Não, Zack... não sou, mas faço minhas curas, aqui e ali.
– Você sabe meu nome? – pulei para trás – Você não é vampiro, não é? Se for, sabe que terei que matá-lo.
Ele aproximou-se e ficou ao meu lado, com o olhar ainda perdido no presépio.
– Não na noite de natal – ele retrucou com calma – mas pode ficar tranquilo. Não sou vampiro e você não me conhece. Mas eu conheço você. Só vim mesmo para te dar um conselho.
Ergui a sobrancelha. Taí uma coisa que as pessoas já desistiram de me dar.
– Não compre presente pra Jéssica. O natal é uma época de perdoar e se dar. Não coisas materiais apenas. Tem horas que as pessoas esquecem disso.
Dei um meio sorriso.
– Certo, estranho-que-sabe-meu-nome-mas-eu-não-sei-quem-é. Mas eu não tenho ninguém de quem eu guarde rancor e eu realmente queria poder colocar um sorriso no rosto de Jessi.
– Não compre presente pra ela – ele insistiu – você sabe como colocar um sorriso naquele rosto.
– Sim, mas sei lá – chutei uma pedrinha e ela caiu dentro da manjedoura. Juro que não foi minha intenção, mas o estranho torceu o nariz – Ahn...eu queria que um presente pudesse fazê-la perdoar tudo o que tenho aprontado com ela nesses últimos tempos...e talvez perdoar pelo que ainda vou aprontar. E quem sabe ela desista da ideia bobinha de me matar?
Ele sorriu novamente e esgueirou-se para dentro do presépio para ver se a pedrinha tinha causado algum dano. Graças a Deus não. Eu ia me sentir mortalmente culpado.
Aprontar com a Jessi nunca me deixou culpado. Só tira meu estresse.  
O rapaz virou-se para mim dali de dentro.
– Zack, um presente só deixa a pessoa feliz por um determinado momento. O fato é que Jéssica ficará feliz com qualquer coisa que você der a ela, porque ela gosta de você.
– Mesmo uma pedra?
– Sim.
– E uma gaita?
– Também.
– Um taco mexicano?
– Com certeza.
Percebi que eu realmente não conseguia fazer o tal estranho perder a paciência. Isso parecia tão absurdo; é como se a calma dele pudesse ser passada através da pele, sei lá.
E se eu jogasse outra pedra no presépio?
– Zack!!
Voltei-me para trás quando ouvi a voz da Jessi ecoando pelo jardim. Na verdade ela estava gritando da janela. Ô vozinha potente.
Quando virei-me para o presépio novamente, o estranho havia desaparecido. Minha não-vida é tão bizarra. Bem, considerando que as pessoas iguais a mim viram morcegos ou cinzas quando pegam um solzinho na praia eu não deveria me assustar assim, não é?
Deixei o local caminhando de volta para o quarto dela. De qualquer forma era tarde demais. Já deviam ser umas 21:00 da noite de natal, todas as lojas deviam ter fechado e não ia ser legal arrombar uma pra pegar um presente pra Jessi. Por mais que eu goste de sacaneá-la, ia ser meio chato ter que visitá-la na cadeia se descobrissem.
Lá poderia ter visita guiada ou coisa assim e eu gosto de privacidade.
Entrei pela janela mesmo e vi que já estavam todos lá: Bobby, Ana, Dine, Estela e Sofia. Todos segurando embrulhos lindos de presente. Mesmo que eu soubesse as porcarias que tinham dentro era um gesto bonito...que eu não fui capaz de fazer.
Coloquei as mãos nos bolsos quando Jessi se aproximou de mim e me entregou um embrulho.
– Opa, pilhagem?
Ela revirou os olhos.
– Apesar de tudo, seu chato, achei que eu devia te dar um presente de natal.
Eu abri o presente devagar e ali estava um porta retrato com uma foto de Jessi segurando uma estaca e um spray de água benta na mão.
– Isso é pra você lembrar de não ficar aprontando muito comigo – ela riu.
Eu suspirei. Sabia exatamente o que dar a ela agora.
Segurei-a pelos ombros e deitei-a delicadamente em meu braço, dando-lhe um daqueles enormes, longos e apaixonados beijos de cinema. Não esperava que eu fosse mordê-la, né? Vai que eu perdesse o controle e arruinasse o natal da Jessi. Na verdade seria o último natal da Jessi.
Eu devo admitir que esse beijo foi um presentão pra mim também. Tê-la ali em meus braços era mil vezes melhor que aprontar com ela. Ou beber todo o sangue do hospital.
Quando a ergui seu rosto estava vermelho como uma beterraba e ela estava com um sorrisinho bobo no rosto, totalmente sem ação.
Não pude resistir. Apontei um dedo para os amigos que nos olhavam estupefatos e desafiei.
– HÁ! SUPEREM ISSO, ESPERTINHOS!
As meninas deixaram cair os presentes e Bobby fez um estalo com a língua.
– Putz, isso foi mesmo golpe baixo...
Aah, esse foi o melhor natal que já passei...



Vivianne Fair       
   



Comentários no Facebook
41 Comentários no Blogger

41 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Amei!!!!
    "HÁ!SUPEREM ISSO,ESPERTINHOS!" EURI!!!
    muito bom! e feliz natal pra voce tambem vivi. bjs

    ResponderExcluir
  2. kkkkkk
    Morri de rir aqui! Amei o conto... muito fofo!

    Feliz Natal e muito sucesso em 2011, Vivi!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. brigado chefaaa te amo kkkkkkk
    tava esperandu pra caramba
    bjuss

    ResponderExcluir
  4. Juro que a primeira coisa que pensei quando entrei no site hoje foi “Tenha um conto de natal, tenha um conto de natal!" e PUUUM ! ~ fiz festinha ~

    São presentes como estes que fazem um sorriso bobo nascer nos meus lábios / sendo emotiva aqui*

    Awnnnnnnn *-* Zack é muuuuuuito fofo quando quer, mas ainda prefiro o lado sacana dele ;)

    Te desejo um feliz natal Vivi *-*

    ResponderExcluir
  5. Amei muito mesmo o conto!
    Feliz natal Vivi, que você seja muito feliz sempre!
    Te adoro! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Aww, fico super feliz que tenham gostado, meninass!! Isso sempre me motiva a escrever mais! =D Que bom que deixei todo mundo com um sorriso bobo nos lábios, hehe! É um prazer escrever pra vocês!! Feliz natal pra todo mundoooo!! ^_^

    ResponderExcluir
  7. vo baixa agora
    a vivi essa semana o blog me presenteou
    so posto o que gosto
    a serie os imortais
    crepusculo ,minha paixao
    e agora mais um conto eeeeee

    pra fica completo so falta meu livro com o zack conhecendo os pais da jessi

    ResponderExcluir
  8. Ah! Que fofo!!! Adorei. De mais esse conto!! Entrará para a minha lista de preferidos!!! Que presentão a Jessi ganhou do Zack!! Inesquecível!!

    ResponderExcluir
  9. Haa... o Zack tem totalmente o espírito natalino.
    A Jessi finalmente ganhou um bônus por ter que aguentar todas as
    brincadeiras do Zack.

    Feliz Natal!!!!

    Ass: Isabelle

    ResponderExcluir
  10. Feliz Natal Vivii! Tudo de melhor, e muuuito sucesso com o blog sempre *-*

    xx carol

    ResponderExcluir
  11. Ai...to aqui suspirando que nem boba...A-D-O-R-E-I o presente do Zack (tá confesso com uma pontinha de um BAITA CIÚME..rs) mais foi tão lindo!!!

    Feliz Natal!!! fiquei meio sem palavras...ainda to suspirando.kkk

    bjs.

    ResponderExcluir
  12. hahahaha, que booom que gostaram!! Viu, ele também tem uma pontinha de boa vontade!! rsrsrs! Viu, no fuuuundo ele gosta da Jessi...apronta porque gosta, hehe! =3

    ResponderExcluir
  13. auhauhauhau quero um presente de natal desse tbm ai zack coitados dos amigos da jessi depois desse presentão uahauhauha

    feliz natal pessoal!!! muita paz, saúde, amor e muito mais zack e jessi pra gente ano q vem vivi =D

    ResponderExcluir
  14. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH Amei *-*
    Sabe o que eu ganhei de natal???? O LIVRO DA CAÇADORA eu quase surtei aqui em casa... minha mãe disse que foi um parto pra achar o livro >.< mas eu ganhei.. EU AMEI TANTO .... eu to na metade ja. e tenho fila pra ler depois... *-------*

    ResponderExcluir
  15. Ahhh..gente lindo, amei esse conto, estou suspirando até agora. O Zack é realmente de mais. Nossa, enquanto eu ia lendo o conto, tentava ver qual parte eu gostei mais. Amei tudo, mas a parte do beijo..UAU..Eu quero um presente desse...O que eu tenho que fazer pra ganhar um presentão desse do Zack? Eu quero!!!

    ResponderExcluir
  16. haahuahaua, quem ganha, né? Feliz nataaaal, ray!
    Sério, Isa?? Puxa, foi difícil de achar? Será que isso é bom ou ruim?? Eeh, todo mundo lendo então! =3
    Aaah, eu também queria um presente desse, Pri...fiquei com inveja da Jessi..=p aah, que bom que gostoou!! ^^

    ResponderExcluir
  17. OHHH também quero!!! Uma prendinha dessas dava geito.
    Feliz Natl pessoal, e um bom Ano Novo!
    Beijos AMB

    ResponderExcluir
  18. Ain, eu amei! *--* Ficou tão fofo (no estilo do Zack, é claro!)
    Feliz Natal!
    Beijinhos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  19. oHHHHH.... Vivi! Feliz Natal! Tudo de boOm pra vc e sua familia!!
    E que Deus te abençõe grandemente nesse ano que está por vir!

    Otimooo o conto! Amei!

    ResponderExcluir
  20. Feliz Natal Vivi!
    tudo de bom pra você õ/
    adorei o conto, ficou otimo kkkkk zack safadinho hehe
    a jessi deve ta pensando nesse beijo até agora :B kkk tambem né? ela que tem sorte.

    ResponderExcluir
  21. Feliz Natal, Vivi!!! Ainda não li o conto, mas vou ler amanhã pq agora to caindo de sono rs
    Bjão!!

    ResponderExcluir
  22. AMEIII eu li todos hj o ameii muito....
    essa tarde eu estava dormindo e ouvi minha irma rindo muito e perguntei por ria tanto ela me falou e leu em trecho pra mim eu ameii msm estou louca so pra ver o que vai acontecer no proximo...

    ResponderExcluir
  23. Como sempre eu ameeii! Haa vivi pede para o Zack me dar um presente como esse! pode relaxar que com a Jessi eu me entendo!! hahahahah
    Eii quando sai o livro 3???
    e um feliz natal e um otimo ano novo pra vc tb!!

    ResponderExcluir
  24. Feliz nataaaal, pessoaaal!! haha, amei os comentários! Gabi,, bem vinda, querida! ^^ Fico feliz de causar risos! Não esquece de ler, Mila! =D
    FELIZ NATAL PARA TODOOOS!! QUE SEJA ESPECIALMENTE ABENÇOADO!! =**
    eeh, o livro 3... =p

    ResponderExcluir
  25. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.. "HÁ!SUPEREM ISSO,ESPERTINHOS!" EURIMUITO!!!
    Amei esse conto Vi, entrou pra minha lista top10 dos contos! Muito bom! ^^
    Boas Festas, Vivi! =***

    ResponderExcluir
  26. hahaha, que bom!! =3 Epa, peraí...não tem só 14 contos? haha!

    ResponderExcluir
  27. ahhhhhhhhhhhh brigada eu to anciosa pra ler os proximos e sempre vou estar aki agora bjzzz

    ResponderExcluir
  28. haha, que bom! =3 Não esqueça de ler o livro! ^^

    ResponderExcluir
  29. O livro? Na Saraiva, na Cultura, na Leitura..em qualquer livraria! ^^

    ResponderExcluir
  30. Hahahahaha.. É, Vivi!
    Pra você vê como todos os seus contos são muuuito bons! ^-^

    ResponderExcluir
  31. amei a historia vou sempre vim aki agora bjzzzzzzzzzzzzz

    ResponderExcluir
  32. Que liiiiiiindooooooooooooooo!!!! *_*
    Realmente nenhum presente supera esse! Eu fico só imaginando a cara de boba da Jessi!( e das amigas dela!) E quem não ficaria?! hehe
    AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEI!!!!
    Bjusss

    ResponderExcluir
  33. Que booom que gostaram, meninas!! Eu também queria um presente desses.....;D

    ResponderExcluir
  34. Primeiro: Felis Natal atrasado Chefa!
    Feliz Natal atrasado xará!
    Feliz Natal atrasado Bonitão!...hum quer dizer,feliz natal Zack
    e aproveitando q eu sou cara de pau e toh atrasada feliz ano novo tbm pros 3!
    Segundo:Zack cadê meu presente desse? ? ^^
    Terceiro:Jessi depois a gente se entende oks? KKKK
    Quarto:desculpa chefa saiu sem querer.....e o conto tá otimo adorei,vc escreve bem demais! ^^
    Beijos!
    Beijos

    ResponderExcluir
  35. hahaha, Jessi, você é uma figura!! Feliz natal e ano novo atrasado! hauahuaa, tadinha da Jessi...assim o coração dela não aguenta...XDD Beijoos!!

    ResponderExcluir
  36. superem isso, kkkkkkkk e eles sabiam nao nao dava pra superar mesmo kkkkkkkkkkk
    gostei do conto.
    Zack seu lindo.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.