O Segredo do Gênesis

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

 Um livro cheio de pesquisa e...sanguinolento...

Segredo do Gênesis - autor Tom Knox - editora Suma de Letras

sinopse: "Num recanto remoto do Curdistão turco, está uma das mais extraordinárias descobertas da humanidade: Gobekli Tepe, um santuário mais antigo do que Stonehenge e as pirâmides do Egito - e que aparenta ter sido enterrado propositalmente há 10 mil anos. Por quê, ninguém sabe. Em vários pontos das ilhas britânicas, pessoas estão sendo mortas sem motivo aparente e com requintes inacreditáveis de crueldade. Técnicas milenares de tortura, que remetem a antigos sacrifícios humanos e pareciam estar relegadas às páginas dos livros de História, ressurgem e abrem uma trilha de horror em pleno século XXI. A razão que motiva toda essa barbárie é um mistério, cuja chave pode estar guardada na imensidão rochosa de Gobekli Tepe. Rob Luttrell é um correspondente de guerra que acaba de passar por uma experiência traumatizante em Bagdá. Tudo o que ele quer é voltar à Inglaterra para estar com sua filha. Até que surge no seu caminho Gobekli Tepe, onde uma reportagem imperdível o espera. Lá, os arqueólogos Franz Breitner e Christine Meyer acreditam estar na pista de um dos maiores mistérios da humanidade. O inspetor Forrester, da Scotland Yard, achava já ter visto de tudo depois de tantos anos na polícia. Mas a série de assassinatos que investiga, de Londres à Ilha de Man, põe toda a sua experiência em xeque. Obra de uma mente brilhante, sofisticada e incrivelmente cruel, os crimes chocam pela bárbarie, que remete a tempos que a humanidade acreditava ter deixado para trás, mas também pela falta de propósito. As vítimas parecem ter morrido meramente por estarem no caminho do assassino, cuja meta real é encontrar alguma coisa. Alguma coisa que pode estar escondida há milênios. Em O Segredo do Gênesis os caminhos desses personagens se encontrarão na busca pela solução do enigma que, por uma boa razão, ficou guardado por muitos séculos. Talvez porque sua resolução poderá lançar dúvidas sobre tudo o que o mundo acreditava saber sobre as origens do judaísmo, do cristianismo e do islamismo."

Fiquei muito tempo pensando no que poderia falar desse livro... percebi que minhas resenhas andam bem grandinhas, né? Vou dar uma resumida geral..rsrs
Bom, o livro conta uma história paralela com um jornalista (Rob) que é enviado por um jornal para fazer uma pesquisa em Gobekli Tepe, um local que anda sendo escavado - e é um fato real. Realmente existem muito dos fatos encontrados no livro! Chequem algumas fotos:
escavação
outra escavação


mas que raio de estátua é essa??
 Bom, não há dúvida que há muita pesquisa, né? Bom, o jornalista vai descobrindo as coisas, acompanhado por uma arqueóloga e com o tempo passa a sofrer ameaças, etc. Um inspetor da Scotland Yard (Forrester) está na pista de um assassino e muito em breve os caminhos de ambos se cruzam, onde um assassinato começa a se ligar com o outro, assim como o lugar. Não há a menor dúvida de que o livro é bem estruturado, cheio de suspense, interessante e muitas vezes empolgante. Mas enfim...
O livro é por vezes entediante quando eles fazem alguns tipos de ligação que não fazem muito sentido e o autor não explica bem essas partes... o motivo do assassino também não me convenceu; embora a trama estivesse bem construída. Muitas coisas aterrissavam na trama e muitas vezes era tanta pesquisa e informação que eu não sabia bem o que estava acontecendo...

O livro é bom? Sim, é, mas o problema é que não faz meu gênero; muita carnificina. O autor descreve todo tipo de tortura bárbara realizado pelo assassino, todo o sofrimento da vítima, tinha horas que eu realmente queria vomitar. Quase larguei o livro de tanta revolta por causa da tamanha bárbarie que eu ficava me perguntando: é realmente necessário isso? Precisava mesmo matar seus personagens de modo tão horrível, seu Knox?

Enfim, pra quem gosta de carnificina e arqueologia, o livro é pra você. Pra quem como eu detesta ver o sofrimento alheio, sofrimento desnecessário, nem chegue perto.
kkk, isso me lembra - esqueçam, não vou ler Dexter! kkkkkkkkkk

Bem, sei que muita gente leu e gostou, então procurem ler um pouco do livro antes de comprar ou buscar outras opiniões, né? =D 

Beijoos!
Comentários no Facebook
17 Comentários no Blogger

17 comentários:

  1. ah, eu já tava com vontade de ler esse livro! Agora vou comprar com certeza. Amo esse tipo de livro e adoro arqueologia.

    bj.

    ResponderExcluir
  2. Aaah, se gosta mesmo então manda ver! hehe! XD

    ResponderExcluir
  3. Aii, fiquei mais curiosa ainda a respeito desse livro! o.o
    Ainda mais com o protagonista sendo jornalista, hahaha.
    Adorei! :)

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  4. Estou a tempos querendo ler, vivo perseguindo promoções para ganhar ele, amei a resenha viu, bjs

    ResponderExcluir
  5. Juh: Se vc gosta, vá em frente! =D eu não sou muito chegada!

    Márica: hahaha, que bom, então! ^^

    ResponderExcluir
  6. Puxa...eu não gosto de carnificina, mas adoro arqueologia, gosto muito de livros que tem mistério e investigação, só espero que as carnificinas não seja do tipo "Jogos Mortais" ou coisa do tipo..aí não dá. Mas vou procurar nas livrarias. Vivi, adoro como voce comenta as fotos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Vi,
    Fiquei animada quando comecei a ler sua resenha, acho que no máximo rolava umas bombas e umas matanças... Mas desanimei um pouquinho quando você disse que o autor escreve os detalhes das mortes...
    Eu até curto esse tipo de livro de escavações e coisa e tal... então vou ver se acho um exemplar pra dar uma lidinha antes de comprar!!
    Beijos
    Camis

    ResponderExcluir
  8. Pri: é muita carnificina mesmo...muito Jogos mortais, sabe? Acho que você devia folhear um pouquinho antes de ler e tal, pra ter certeza! De repente você pode gostar, não é? haha, que bom! =p Mas a estátua é mesmo esquisita!! kkkk

    Camis: Sim, ele descreve demais, inclusive o sofrimento das vítimas...e personagens que você até acaba gostando, sabe? Com todos os detalhes possíveis, fiquei chocada...Sim, dá uma olhadinha!! Qualquer coisa eu te empresto, kkkk! Beijoos!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Vivi.
    Quando saem os resultados das promoções dos livros Fallen e A flecha?
    bj.

    ResponderExcluir
  10. Nossa, descreve todo o sofrimento das vítimas... Argh!! Esse livro não é pra mim... Nunca tinha me interessado por ele, por causa da capa. rsrs! Eu sei.. talvez seja errado julgar pela capa, mas fazer o que? xP
    Mesma coisa e´com o Dexter... Até leio as resenhas da Camila, mas não é pra mim!! rsrsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Aninha: Hoje mesmo! Desculpe a dempra; andei cheia de trabalho! ;/

    debee: é, acho que eu também...;/ Bem, não julgue livro pela capa, vai por mim! Já me surpreendi; por mais que eu não tenha gostado desse, teve alguns que a capa era horrível e foi bom e vice versa...xD hauhaua, pra mim também não!! XD

    ResponderExcluir
  12. Arrghh...detesto estilo jogos mortais, sabe, não vejo qual o sentido em histórias assim...credo, valeu Vivi pela resenha, mas não vou ler esse livro de jeito nenhum.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Affe,é um livro que no começo,voce até acha suuuper (aprendi sobre Gobekli Tepe,o que foi bem interessante),mas depois com o monte de sangue e sadismo,voce pensa que jogou seu dinheiro fora,e que coitadas das arvores que foram demolidas para tamanha carnificina.Consegui chegar ao final a duras penas,
    bjs

    Flávia

    ResponderExcluir
  14. Oi, Flávia! Siim, é verdade...depois é tanta descrição de carnificina que cansa e enoja...eu também cheguei lá com dificuldade...;/

    ResponderExcluir
  15. esse livro junta duas coisas que nao gosto arqueologia e carnificina ,gente nao me entenda mal mas sou filha de arqueologa entao acho que peguei trauma de escavaçao.
    bjss isa

    ResponderExcluir
  16. hhahaha, sua mãe te carregava pra lá, é? hehehe

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.