Loney

terça-feira, 19 de julho de 2016

Sombrio! 

Loney - autor: Andrew Michael Hurley - editora: Intrínseca

sinopse: "Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como Loney, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar.
À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera pouco tempo antes. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem."



Loney é a mais nova aposta da Intrínseca! Achei a capa linda, dura (e o livro veio dentro de uma caixa transparente cheio de folhas! O.o) e me encantou logo de cara.

A história começa com um personagem que não sabemos o nome...sim, o nome do personagem principal não é falado...acredite, procurei! O máximo que você encontra é o apelido de Tonto que o padre coloca nele. rs Tonto começa a discursar sobre o fato do nome Loney e Coldbarrow aparecer na TV. Smith (é o sobrenome dele pelo menos) diz que carrega um segredo. 

Ele começa a contar a história sobre ele, seu irmão Andrew (mesmo nome do autor! rs) ou Hanny, como era seu apelido. Vinham de uma família extremamente católica - acho que o autor exagerou um pouco. sim, tudo é bem explicitado e quem é católico, como eu, conhece reconhecer bem os fatos e tudo, mas os personagens acabam irritando muito por conta das tradições exageradas. Seus pais e dois casais viajam com o padre Bernard para um lugar chamado Loney para a semana santa. Hanny é mudo e tem dificuldade de aprendizado, e sua família espera que ele seja curado lá.

No entanto, estranhas coisas acontecem em Loney. As pessoas são fechadas e caladas e logo que chegam, encontram vizinhos para lá de sinistros. No entanto vivem o retiro em paz, com exceção de um ou outro acontecimento provocado por moradores. O foco é principalmente em Tonto, Hanny e no padre. O último padre, Wilfred, que os acompanhava no passado morreu - mas ninguém sabe dizer ao certo se foi um simples ataque do coração ou suicídio. Ele ficou muito estranho um dia, quando foi caminhar sozinho no Loney...

A atmosfera do livro é o que mais intriga e o que mais me deixou presa nele. Tem muitas cenas enfadonhas e ele não dá medo algum, é verdade, mas o tempo todo aquela atmosfera sinistra que o ronda permanece todo o livro. Há poucos diálogos no livro, mas como a história toda é narrada por Tonto, não dá pra perceber tanto. O único que é sensato naquele livro todo é o padre Bernard, que tenta mostrar às pessoas que não precisam ser tão apegados, mas ele percebe que o que impede a família de desmoronar eram as tradições.

No entanto, o livro permanece um mistério até o final, e não dá muito para entender o que acontece. Percebi muitas resenhas de gente que amou e gente que odiou o livro, mas no meu ver foi uma leitura diferente. Não sei dizer bem! rs  


Dá pra ver que o autor é muito conhecedor da fé católica, já que a maior parte do seu livro fala sobre como os personagens são adeptos da religião (e como alguns acabam ficando meio vidrados nisso). Também me incomodou ele mostrar a fé como algo que as pessoas ficam obcecadas, mas relevei. Mesmo porque sou católica e acho que ele mostrou tudo como se fossem apenas tradições sem valor, mas enfim...vamos relevar, né...

Acho que você pode dar uma olhada primeiro para ver se te prende! Afinal, há quem ame e quem odeie! rsrsrs

Zack: Eu entendi tudo, só não quis dizer.

Jessi: Claro que não.

Zack: Você sabe que eu não sou de dar spoilers...

Jessi: Não. Imagina.

Zack: A gente tenta mudar e as pessoas não ajudam...*revira os olhos*

 

Marcador de página pra colorir (ou só montar!)

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Tive algumas ideias para marcadores de página...acho que ando meio artesanal ultimamente! Esse é bem facinho, então fiz para que vocês pudessem baixar! nesse caso, fiz dois, um já colorido e outro para colorir!

Se gostarem, faço mais! 


Pra fazer, as instruções e fotos estão aí embaixo! Primeiro, imprima do jeito que está! Já está em A4! (Clique para abrir maior e imprima em uma folha A4!)
Tem colorida e preto e branco! :D




Agora, é só seguir as instruções! Corte a linha pontilhada em vermelho e depois dobre na linha azul! Olha como fica aqui embaixo! Pra firmar, pode colocar um durex segurando as abas! 

dobre as duas abas!

olha como fica atrás! 
fica assim dentro do livro!
Sephira mostrando a carinha!



Gostaram? Se quiserem posso fazer mais depois! Claro que vai ter que ser com as personagens, não com os rapazes...não dá pra fazer vestidos para cobrir as páginas...hehehe! 



Nem se eu quisesse! ebook

sexta-feira, 1 de julho de 2016


Nova capa por votação: 



Capa antiga que provavelmente vou aproveitar em breve! rs




E é com muita emoção que digo que o "Nem se eu quisesse!" está à venda!!
Estou muito emotiva agora! É meu primeiro chick lit (sim, desta vez nada de fantasia ou coisas sobrenaturais e espero que gostem. Particularmente, amo a Camila!

Vamos a um pouquinho da história então? ;)


"Camila é a agente de Alex Chase, um cantor que está subindo nas paradas rapidamente. Ela é bem independente, namora um empresário famoso, e sonha em viajar pelo mundo fazendo turnês para Alex. Infelizmente, após um mal entendido, a imprensa começa a espalhar um boato sobre seu envolvimento com o cantor. Para disfarçar e tirar os dois do holofote da mídia, a gravadora resolve criar um concurso de compositores. O vencedor ou vencedora escreverá o próximo sucesso de Alex Chase. 


Infelizmente, o concurso parece na verdade um tremendo embuste. Mesmo correndo o risco de ser presa, Camila decide ir contra seus empregadores e burlar a imprensa...mas até onde seu envolvimento com Alex Chase é apenas profissional?" 


Se quiser ler 3 capítulos da história, leia aqui! 


Se gostou ou acha que nem precisa conferir (jura?) compre aqui: Amazon


Não sei ainda se terá formato impresso. Se houver, eu aviso!  


Cachecol de mão - tutorial

domingo, 26 de junho de 2016

Hã, é, eu sei que não tem nada a ver com livros e afins, mas achei isso tão legal e relaxante que resolvi dividir com vocês! E eu gosto de coisas fofas! Além do que, quando você pega o jeito, dá pra fazer um cachecol desses lendo! (Bem, no computador, já que não vai poder usar as mãos para segurar o livro, hehe).

Tem mais: não levei mais de meia hora pra fazer (bem, considerando que tive que aprender antes, hehehe)! Mas se eu consegui você também consegue!

Encontrei no Pinterest, e é um vídeo americano, mas não precisa se preocupar; é bem auto-explicativo! Eu vou dar algumas dicas que aprendi por conta própria, então anotem aí antes de começar! 


Um, primeiro você precisa de 2 rolos de lã grossa (lã para tricô) - de preferência do mesmo tipo!

dá pra fazer de tudo!

lãs fofas

de qualquer tipo!

Agora vamos lá! Você não precisa de agulhas, só das lãs. Escolha duas das mais lindas que encontrar! Sim, você usa as duas até o fim!

No vídeo, ele fala para fazer dez nós no braço. Eu aconselho fazer 5. Por quê? Porque o cachecol vai ficar muito largo e não dá pra enrolar no pescoço, fica muito pesado, parece uma manta. Mas claro, se você estiver com um frio de lascar e quer ficar bem empacotado, faça com 10! Abaixo coloquei a foto de dois que fiz em uma hora; um com dez nós e outro com cinco. 

Sem contar que com 10 nós não dá pra fazer 24 continuações para o comprimento como o vídeo também fala. A lã acaba antes! No entanto, com 5, você pode fazer do comprimento que quiser!

Em resumo: os nós do braço são a largura do seu cachecol, os nós passando de um braço para outro determinam o comprimento. Muito confuso? No vídeo não é não! 

Se não sabe inglês: ele vai mandar fazer 10 nós em um braço. Faça cinco. Depois, manda fazer 24 combinações...faça quantas quiser! Fiz 20 e ficou bom pra mim! ;)


         



Embaixo vou colocar as fotos de como ficou! Aqui como ficou depois de pronto!



Estranho??? Como assim? No pescoço fica legal! hehe 

Essa é com 5 nós:



Essa é com 10 nós:


Se tentar, vai ver que é bem relaxante e não vai precisar pagar $30 em um cachecol de tricô! Você mesmo vai se divertir fazendo o seu!

Bem, é isso, espero que se gostem! ;)

Beijokas!

Vivi