Cidades de papel o filme

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Dia 1 de julho tive o privilégio de ver o filme Cidades de Papel na pré-estréia, cortesia da maravilhosa editora Intrínseca (love you!!) e com acompanhante ainda! Tive problemas para receber os ingressos - valeu, correios!!! ò_ó) mas nem por isso me deixaram na mão! Rapidinho resolveram o problema até a hora do filme! (Obrigada, linda!!)

Enfim, o filme estréia amanhã! Para quem não lembra, aqui uma breve descrição do livro, do qual já fiz a resenha











Quentin é apaixonado pela Margo Roth Spiegelman, sua vizinha, desde criança. Eles eram bem amigos, mas depois que entraram na escola e todos os desafios do ensino médio, eles se distanciaram. Antigamente Margo pulava para dentro da casa de Quentin falando para eles fazerem juntos alguma coisa louca (do tipo invadir o Sea World, por exemplo) e ele acabava sendo levado a fazer.

Margo arruma novos amigos e faz de conta que Quentin nem existe, e ele, enquanto isso, fica à volta com seus dois amigos nerds - muito engraçados, adoro os dois!! Só que um dia, durante à noite, Margo aparece em sua janela, pedindo para que ele a ajude a resolver uns problemas. Ele se recusa, mas quando ela avisa que terminou com o namorado...hehehe

Pela cidade, eles vão comprando e usando uma série de coisas para se vingar dos amigos da Margo. Depilar sobrancelhas, tirar fotos inusitadas, enrolar carros em plástico...oi? o.o Mas Quentin fica muito feliz de passar um tempo com Margo.

No dia seguinte, ela some. Só se dão conta de seu sumiço alguns dias depois (pra você ver como a menina já era da 'pá virada' como diria Jessi), mas a família não parece disposta a encontrá-la. Quentin percebe que ela deixou uma série de pistas, a começar por um estranho poster na janela da garota que não estava ali antes... Com a ajuda dos amigos - e também de duas garotas que resolvem ajudar, sendo uma delas amiga de Margo - a partir em uma viagem para encontrar a amiga desaparecida. Seguindo as pistas, eles vão se enfiar em vários lugares, ao mesmo tempo de divertindo e passando sufoco e tudo isso tendo que voltar antes da festa de formatura! 

Essa é a estréia de Cara Delevingne no cinema. Desculpem, mas apesar dela ser uma modelo super bem paga, não acho a mulher lá bonita assim...Com muitos quilos de maquiagem pode ser, mas as duas mulheres do filme que partem para encontrá-la são muitas vezes mais bonitas do que ela! Desculpe, estou sendo sincera. u.u Entretanto, acho que ela atuou bem no papel de Margo, já que ela passou a impressão de ser a própria Margo, que não tem muita expressão de fato. Acho que é cedo para falar dela como atriz, mas não deixou a desejar não. 
Quentin é outro que parece bem bobo, mas é bem o Quentin do livro. (Não se enganem, eu gosto dele!) Só que às vezes ele parecia bem apagado; acho que os dois amigos meio que apagaram a participação dele no filme. 

O filme é MUITO fiel ao livro. Tirando algumas piadinhas espaçadas (mas tem outras) e uma cena que foi cortada. A cena cortada é a do Sea World...lembram? Isso aconteceu por causa da controvérsia sobre o tratamento de animais marinhos do parque como foi revelado em 2013 no documentário BlackFish. No mesmo ano em que o livro foi lançado, saiu o documentário, e acharam de bom tom não colocar a cena no filme...Em vez do Sea World, Quentin e Margo visitam o edifício SunTrust. Que coisa, né?

O filme é muito bom é muito fiel ao livro! Mas é um filme tranquilo, romance e com cenas engraçadas. Não vão esperando ver um Exterminador do Futuro ou um Lendas da Paixão..rsrs É um filme gostoso de ver com os amigos ou o namorado! :)  Recomendo!!

Zack: Se Jessi sumisse assim, eu ia achar ela rapidinho!

Jessi: Uau, você é tão bom assim??

Zack: Não, você que é péssima em pistas!

Jessi: ...então adivinha qual a próxima pista!   

Zack: Você vai me tacar um sapato na cabeça...pfff...moleza! 





   
Comentários no Facebook
2 Comentários no Blogger

2 comentários:

  1. Eu ainda não vi o filme e nem vou ver tão cedo ;-;

    Eu tenho uma promessa que até eu lançar meus livros eu não posso ler nada do João Verde. O motivo é que alguns dos meus amigos/betas acham meu jeito de escrita parecido com o dele nos romances juvenis. Eu morro de medo de inconscientemente acabar imitando algo, então fiz a promessa de só ler depois que lançar os que tem premissa parecida (na verdade, a promessa só surgiu porque alguns dos betas compararam o Dias Dourados com o ACEDE). Era pra ser um incentivo pra eu tomar vergonha na cara e terminar a edição logo...

    E todos nós já sabemos que esse plano falhou, não é mesmo? :D

    Beijos, Diva!
    ~-Lyoko'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, seu livro é tenso assim?? Hehehe! Mas da parte que vi da sua escrita não achei parecida com a dele...É normal sermos influenciados, mas se acha que está te prejudicando, melhor cuidar mesmo...beijos, flor!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.