O discurso Faça boa arte de Neil gaiman

domingo, 7 de setembro de 2014

Encantador! 

Erros Fantásticos - autor: Neil Gaiman - editora: Intrínseca

sinopse: 'Façam boa arte. Esse foi um pedido sincero de ninguém menos que Neil Gaiman quando discursou para a turma de 2012 da University of the Arts na Filadélfia. Um discurso autêntico e repleto de significado – durante os 19 minutos em que falou, dois dos mais emblemáticos conselhos de Gaiman foram “criem suas próprias regras” e “cometam erros”. Os conceitos libertadores defendidos para os alunos deram origem ao livro.'










Fiquei muito interessada neste livro não só porque gosto muito de Neil Gaiman, mas porque, como escritora de livros fantásticos (temas fantásticos, não que meus livros sejam fantásticos! rs) eu fico curiosa pra saber os conselhos que ele tem para dar!

Para começar o livro tem capa dura, é lindo e cheio de imagens do artista gráfico Chip Kidd. Todos as palavras do livro ganham vida com os desenhos e as disposições de página. Sei que muitos já ouviram falar do discurso de Neil Gaiman, mas as palavras realmente ganham vida e até mexem com a gente nesse jogo de imagens. Releio e releio sem parar.

Não só as imagens, mas também as palavras mexeram muito comigo. Eu ainda não tinha escutado o discurso, mas fiquei impressionada. Quer dizer, a coragem de Neil Gaiman de fazer um discurso para os formandos de uma universidade dizendo que nunca se graduou, nunca se formou e nem se arrepende. De mostrar que não precisamos fazer o que a sociedade manda, mas o que nosso coração diz. Eu não me arrependo de minha formação na universidade, não é isso, mas fazer o que se gosta é realmente o que vai mudar sua vida, não seu salário. 

Ele diz que seu objetivo era como uma montanha que ele precisava chegar. Escreveu uma lista do que queria realizar em vida e ver o que o ajudava a chegar lá e o que não ajudava. Recusou inúmeros trabalhos, inclusive que davam um bom dinheiro, porque iam desviá-lo de sua meta. Admiro a coragem dele, realmente. É difícil avaliar o que é bom e mal para nós, mas devo avisar que não é sempre que se tem sorte! 

Os erros fantásticos são aqueles que se cometeme que podem, mais para frente, se tornarem uma fonte de inspiração ou um impulso para outro projeto. Que você não deve se lamentar por não ter chegado lá e sim utilizar esse erro como uma meta e modificá-la. Até usá-la como um insight. Exemplo? Uma vez ele foi escrever uma carta e escreveu Coraline ao invés de Caroline e pensou: "Coraline podia ser um nome de verdade!" Quem nunca leu ou assistiu esse filme, faça isso! rs

Fiquei encantada porque eu sempre pensei assim. O que gosto de fazer? O que tenho vontade de fazer? Sempre sofri com pessoas que me criticavam por não prestar concurso ou fazer essa ou aquela faculdade. Pessoas que colocavam o sucesso financeiro na frente de qualquer sonho. Ou faziam desse seu sonho, mas não é o meu. 
Esse livro é super rápido de ler - li em cerca de quinze minutos na fila do correio, hahaha! Mas mais que isso, é um livro que você devia ter em casa para lembrar-se de que o único responsável por tornar seus sonhos realidade é você. Você pode ter ajuda? Lógico! Mas como irão te ajudar se você acreditar que seus erros não podem se tornar algo mais? ;)

Zack: Então tem salvação pra Jessi?

Jessi: Eu sei que vou me arrepender de perguntar, mas... o que quer dizer com isso?

Zack: Significa que você pode continuar errando que se você souber aproveitar pode se tornar um erro fantástico. Por exemplo, já pensou em se tornar comediante?

Jessi: Eu ia morrer de fome...¬¬








Comentários no Facebook
12 Comentários no Blogger

12 comentários:

  1. Adorei a resenha! Já tinha ouvido falar do discurso do autor, mas não sabia da existência desse livro. Parece ser realmente inspirador!! Com certeza quero ler!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Você vai amar, Érika! :) É mesmo inspirador! Beijoos!

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar o_o Apaixonei! Eu quero!!!! kkkkkk'
    bjooo

    ResponderExcluir
  4. Oii Vivi !
    Sabe, não costumo gostar de livros assim, aliás, sempre passo meio longe deles porque fico imaginando o quanto chato seriam .. Seria muito bom se minha mãe lesse esse livro, ela praticamente quer me obrigar a fazer uma faculdade que não quero! E como você disse a Neil tem bastante coragem eim .. Falar isso na cara dura pra quem tá estudando é um tanto complicado, rsrs ! Fiquei curiosa pra ler, acho que vai me fazer pensar um pouco no futuro ..
    Beijo, beijo ;*

    ResponderExcluir
  5. Bom, na verdade esse livro de chato não tem nada porque o jogo de imagens é muuito legal e as palavras realmente tocam...hahaha, te entendo! A minha é parecida! sim, faz você pensar no futuro! É você quem decide no fim das contas! ;D

    ResponderExcluir
  6. Não meio que um tipo de auto ajuda? ou é daqueles tipos "1001 filmes que você precisa ver antes de morrer"?

    ResponderExcluir
  7. Mais ou menos..é mais do tipo: viva e deixe viver! XD

    ResponderExcluir
  8. Não gosto muuuito deste genero e tambem achei a capa muuito sem graça

    BLOG- http://b-maluco.tk/
    INSTRAGRAM- http://instagram.com/omundodejess
    weheartit- http://weheartit.com/Gikura_Viey

    ResponderExcluir
  9. Que pena! Mas dá uma olhada por dentro! As artes são bem interessantes! ^^

    ResponderExcluir
  10. Oi, Vi.
    Esse discurso dele é lindo!
    Tem um vídeo no youtube com ele completo!! Então preferi assistir! hehehe
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.