Invisíveis

domingo, 30 de setembro de 2012

Instigante!

Invisíveis - autor: Steff Penney - editora: Intrínseca

sinopse: "Quando Rose se casou com o atraente Ivo Janko, integrante de uma família de ciganos nômades, muitos se perguntavam o que os dois tinham em comum. Rose é quieta e tímida. Ivo é taciturno, porém carismático. Depois que ela desapareceu, boatos diziam que ela fugira por causa de um filho que nasceu com o problema genético da família. Mas o pai de Rose, Leon, não tem tanta certeza disso. Ele quer saber a verdade e contrata um detetive particular para descobri-la. É aí que entra Ray Lovell, um detetive, que embora pouco renomado, tem a vantagem de ser descendente de ciganos."



Bom, como diz a sinopse, o livro é bem misterioso..rsrs. Tanto é que você começa a acreditar que não houve crime nenhum; eles tinham a fama de serem fechados, violentos com as mulheres e ela foi embora porque encontrou alguém melhor. Não há brechas, não há dúvidas, todo mundo falava com carinho dela, incluindo a família Janko...enfim, ela sumiu por 7 anos e o pai só resolveu dar queixa agora. Na verdade, não dar queixa, mas levantar uma suspeita; e como Ray Lovell tem descendência cigana e eles não confiam em gorjios (pessoas não ciganas), o pai dela pede ajuda.   
Ray não tem nenhuma pista. Acha o clã, descobre que Rose deixou para trás uma criança doente e ninguém sabe de nada.Você começa a achar que realmente Rose foi malvada e simplesmente abandonou a criança...

A história é alternada entre Ray contando e JJ, o garoto cigano do clã dos Janko. A história é muito bem narrada e apesar de às vezes ter algumas ordens cronológicas diferentes, você não se perde. Só que de repente um deles dá uma escorregada na informação... Ray consegue contactar outras pessoas da família...então algumas peças começam a não se encaixar. De seu lado, JJ, que é uma graça de menino de 14 anos, começa a ficar curioso também; e Ivo, seu tio, começa a irritá-lo. JJ decide começar algumas investigações por conta própria...

Então...eu realmente não esperava aquele final! É muito chocante...meio difícil de acreditar até, rsrs...mas se for verdade, então...isso...aquilo...é meio assustador!

O livro é um pouco entediante às vezes, e tem horas que me senti um pouco cansada com a narrativa, mas acho que ando meio assim ultimamente, me entediando com tudo, hehe! Acho que o final foi meio louco, mas é válido...pra mim fez sentido! Então, ficaram curiosos? hehehe

Zack: Pff, eu já....

Jessi: Já sei, você já sabia do final desde que pegou a contracapa do livro! 

Zack: Na verdade eu queria dizer que já passei uma temporada com ciganos e não fiquei tão chocado assim no final. 

Jessi: Aah, tá...eu pensei que....

Zack: Você pensou, Jessi. Esse é o problema! Não deve tentar coisas com as quais não está acostumada!

Jessi: ARGH, ORA SEU....

Zack: E eu - AI! - já sabia do final olhando para a capa! =D 


Beijos! o/



Leia Mais ►

Predestinados

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

É, até que é bom...

Predestinados - autora: Josephine Angelini - editora: Intrínseca

sinopse: Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato de que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa de sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue a tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos: Helen quer matar Lucas, um dos rapazes da glamorosa e misteriosa família Delos.

Tenho que admitir que o tema para mim é novidade! rs Não é algo estilo Percy Jackson - aliás, nem entendo o porquê da comparação! - mas um romance bem original! Bem, original no fato do tema, não de duas pessoas que se odeiam, a menina que tem um segredo e tal e o cara mais lindo de toda a escola é apaixonado por ela..rsrs 

Bom, Helen é alta e extremamente forte. Ela sempre tenta se manter oculta, já que pode fazer coisas que nenhum outro aluno dá conta de fazer e isso a atormenta... Ela faz de conta que não consegue correr muito, levantar peso, etc. Quando chega a família Delos na ilha - que claro, são lindos de morrer - Helen se sente muito inquieta e irritada, sem saber por que...até que ela avista Lucas...e tenta matá-lo!
Ela quer matá-lo incontrolavelmente e toda a família dele também quer o mesmo, só que a ela! Parece uma briga de cães e gatos! E ela fica tendo visões das mulheres gritando e chorando quando eles estão por perto, mas não consegue entender por que, no entanto eles sim...

Algo acontece e - é explicado no livro - e há uma reviravolta na história. Lucas e ela acabam se apaixonando e ambos são descendentes de figuras mitológicas...garanto que vocês conseguem descobrir logo no começo do livro, mas não vou contar! Daí descobrem uma ameaça ainda pior...que pode envolver toda a humanidade!

Bom, eu gostei do livro, achei original e tudo; só fiquei meio cansada com a narrativa. É que o meio do livro é um pouco chatinho. Os dias se repetem com as mesmas cenas, ela treinando, ela e Lucas e tudo parece ficar meio entediante até acontecer uma nova reviravolta na história. Digamos que o livro ficou entediante por cerca de 50 ou 60 páginas, mas depois melhora bastante, então recomendo! =)

Zack: Eu não poderia ser uma figura mitológica do passado...porque eu vim de lá!

Jessi: Pff...você não veio de tanto tempo assim!

Zack: Bem, nenhum deus grego poderia me superar em beleza; isso seria muito ofensivo.

Jessi: É, praticamente uma Afrodite masculina.

Zack: Eh, que nada; ela era meio gordinha. Passava o dia inteiro deitada na concha comendo uva e não fazia exercício.

Jessi: Você está me zoando, né? Não está? Me responde! ¬¬



Leia Mais ►

Tão mais bonita

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Hum, não sei dizer, mas...

Tão mais bonita - autora: Cara Hoffman - editora: Intrinseca

sinopse: "Recém-chegada a Haeden, a repórter Stacy Flynn decide reconstituir a vida de Wendy, que fora assassinada, organizando todos os fragmentos que encontra na tentativa de solucionar o caso. Ela escreve um apaixonado artigo para o jornal local, que desperta em Alice o desejo de também investigar o crime. Enquanto Alice e Flynn, separadamente, observam as pessoas ao redor em busca do assassino, o destino de Alice é entrelaçado para sempre ao de Wendy, quando um segundo crime abala as estruturas da cidade."




Bem, o livro começa contando a história de Claire, falando do quanto é estranho dizer que é mãe de Alice...desperta a curiosidade, né? O livro então começa a descrever a vida de Stacy nessa cidadezinha que, ao mesmo tempo que é repórter, deseja descobrir o que houve com Wendy, encontrada assassinada já no começo do livro. Começam então as narrações enquanto você fica se roendo de curiosidade para descobrir então que crime foi esse que chocou a cidade além da morte de Wendy e o qual Alice parece estar envolvida. Ela também conta sua parte na história, o que faz você pensar o tempo todo: mas Alice morreu? Ela que cometeu o crime?? É super emocionante essa parte e dava agonia tentar decifrar! Cada qual em seu canto tentando entender porque Wendy, que sempre fora um doce, agora desaparecera e havia sido brutalmente assassinada e parecia que a cidade inteira não estava nem aí.   


Bom, acho que esse livro é um pouco complicado demais para se falar...por quê? Bem, porque não sei se gostei muito, sabe? Pra começar ele é meio confuso. Levei umas 30 páginas para me dar conta que cada capítulo era narrado por pessoas totalmente diferentes. Uma hora é a mãe de Alice, outra é a repórter, outra é o Gene, pai de Alice, outra é Wendy...o problema também é que todos eles escrevem em datas diferentes. Por exemplo, um fala de 1998, outro de 2008, depois passa para maio de 2006, outubro de 2009 e por aí vai...é super complicado manter o ritmo...Eu realmente consegui pegar o embalo da metade do livro para o final; aí comecei a ficar interessada, mas antes...
Ele também é um pouco pesado; fala de estupro e violência, então não recomendo para menores não...talvez eu não tenha gostado muito do livro por causa desse choque, quem sabe?

O que fica realmente interessante é quando você consegue, pelo depoimento de pessoas na polícia (os depoimentos estão entre os capítulos) e pela ordem cronológica dos acontecimentos (você pega depois de um tempo) juntar as peças do caso e ficar ansioso pelo desfecho, o que realmente choca! E aí eu concluí o livro pensando: "bom, ele não é ruim e o autor fez uma boa amarração, mas sério...que enrolação..."

Bem, então acho que você devam dar uma espiada! rsrs Quem sabe tem uma opinião diferente da minha? :)

Zack: Aff, pra mim foi moleza! Quer dizer, eu já sabia quem era o assassino, porque a pessoa tinha morrido e o crime...

Jessi: Já sei...você tem aquele talento enooorme de vampiro e descobriu tudo sem nem se esforçar lendo a sinopse na capa de trás.

Zack: Não, li o final quando você entrou no banheiro para poder te contar quando saísse.

Jessi: Ué...e por que não contou?

Zack: Você não ia entender nada mesmo. É uma trama bem elaborada. Não é coisa estilo monster Hi...AI!!


Super atrasada nas atualizações do blog!! Esperem novidades durante a semana!! =)

 
Leia Mais ►

Tirinha A Caçadora 25

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Quaaanto tempo que não posto uma tirinha, né? Bom, agora essa aqui é pra começar a série Jessi e zack na bienal! Fiz uma coleção de tirinhas!! 

Esse era para quando eu ia avisar sobre o lançamento do caçado!
Pra quem não sabe, essa sou eu, hehe! Tem até fios brancos no cabelo para não ter dúvida! XD
Clique para abrir maior! 


E isso é o pior pra Jessi! XD hahahaha! 

Beijos! =**

Leia Mais ►
Tecnologia do Blogger.