Caminhos de Sangue

sábado, 14 de julho de 2012

Ainda bem que segui em frente...
  
Caminhos de Sangue - Dustlands - Livro 1 - Moira Young - editora: Intrinseca

sinopse: "Saba passou a vida inteira na Lagoa da Prata, uma imensidão de terra desértica assolada por constantes tempestades de areia. O lugar não a incomoda, contanto que o irmão gêmeo, Lugh, esteja por perto. Quando, porém, uma gigantesca tempestade chega trazendo quatro cavaleiros de mantos negros em seu rastro, a vida que Saba conhece chega ao fim: Lugh é raptado e ela tem que embarcar em uma perigosa jornada para resgatá-lo. Repentinamente jogada na realidade selvagem e sem lei do mundo além da Lagoa da Prata, Saba não consegue pensar no que fazer sem Lugh para guiá-la. Por isso, talvez a maior surpresa seja o que descobre sobre si mesma: é uma lutadora incansável, uma sobrevivente feroz e uma oponente perspicaz."

Bom, sei que muita gente reclamou do começo desse livro e sei muito bem explicar porquê: a linguagem da personagem é irritante. Eu sei que a autora quis criar uma atmosfera meio selvagem e o jeito que as pessoas falam pode dar a entender um pouco disso, mas ainda assim...Sem contar que o livro diz: "Perfeito para os fãs de Jogos Vorazes". Eu não gosto de cópias quando um livro faz sucesso, mas posso garantir que esse livro não tem nada a ver com Jogos Vorazes...talvez eles quisessem fazer essa propaganda por ser um livro forte, mas acho que não tem muito a ver.

De qualquer forma, pode ser que vocês queiram largar esse livro no começo, por um simples motivo: é muito irritante essa forma de falar: "Mim vai lá" "eu to falano que ele tá ino" "Mim num gosta disso."
Não estou brincando. É assim mesmo que você vai ler o livro todo. É tenso, sério! Não há a palavra 'não' no texto. Só 'num', com todos os personagens. Há apenas um personagem que fala normal, mas ele aparece por pouquíssimo tempo no livro. Eu mesma quase larguei e me eduquei pra ler. No começo foi muito estressante e o português sendo assassinado estava me matando...mas depois que você abstrai a linguagem e o tédio do começo do livro...fica  muito legal!

Lugh, o irmão de Saba é sequestrado...o pai tinha o hábito de ver as estrelas e já sabia que isso ia acontecer. Saba resolve então ir resgatar o irmão, mas ela não sabe muito bem como fazer. Resolve abandonar a casa, deixando sua irmãzinha de 9 anos com uma amiga, o que a deixa estupefata...nem todos os locais eram desertos como a Lagoa da Prata, alguns eram até bem fertéis. Então por que seu pai permitira que eles morassem no deserto e passassem tanta fome e sede? Claro que Emmi não gostou da ideia de ser deixada para trás...
Saba acaba sendo sequestrada em sua missão e forçada a lutar em uma arena até a morte. Como ela sempre vence, tudo por sua sede enorme de viver e resgatar Lugh, ela acaba sendo entitulada "Anjo da Morte". Claro que Saba não acaba abandonada. Ela vai fazendo amizades e pouco a pouco conhece pessoas também indignadas com a situação...e até conhece Jack, um cara convencido e sarcástico que adora passar a cantada nela.

O roteiro foi bem legal, a história em si foi original, mas é meio cansativo a linguagem. Eu insisti e gostei! Deem uma chance também! =) É meio brutal sim, mas não achei tanto. Já li coisas muito piores; a descrição das coisas é que deixa a desejar porque a personagem parece ser meio...selvagem? Não sei bem descrever.

Zack: É parente da Jessi?

Jessi: E esse tal de Jack é muito parecido com "Zack". Deve ser parente também.

Zack: Ela não falou que o cara era lindo de morrer. Então não deve ser parente meu.

Jessi: Então todo parente seu é lindo de morrer?

Zack: Na maioria das vezes.

Jessi: .....

Zack: Ai, meu Deus. Você está imaginando nossos filhos, não é?

Jessi: Ahn....

Zack: Não serão tão perfeitos, Jessi. Afinal, tem dois lados da moed...eu realmente não deveria ter dito isso.

*super sapato alto voador*



Comentários no Facebook
10 Comentários no Blogger

10 comentários:

  1. Cara, amo as suas postagens, principalmente por causa dos diálogos do Zack e da Jéssica no final. kkk. Super sapato voador!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Vivi,
    Comprei esse livro porque achei a sinopse interessante e porque exite a informação de que é uma trilogia! Nada de séries gigantes!! rs...
    É uma pena que exista esse problema com a liguagem. Vou tentar não me importar muito com isso e ver no que dá!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Fã-clube: hahaha, que bom! ;D

    Camis: Bom, o livro é bom, mas você tem que abstrair! Hahaha, sim trilogia é bom demais! ;D Beijos!

    ResponderExcluir
  4. hum... ainda não li esse livro, e acho que vi uma amiga jogando ele da janela.... Mas ok! XD

    haha, Vai ser uma gracinha (só eu peguei a troca do livro 3, shii)

    Acho que se eu encontrasse algum personagem assim eu iria dizer "Mim que ser descendente de indio e mim não falar assim". ^^'

    haha, não sei quando vou ler os outros... Mas essa coisa das criticas atrás tipo "The new york times, o globo" e etc serve só de propaganda mesmo, muitas vezes engana (foi o meu caso com crepúsculo, hospedeira e um pouco com Fallen), acho que oúnico que não enganou mesmo dos que li e tinha isso foi o Quem precisa de heróis lol

    Beijos Vivi!

    ResponderExcluir
  5. Ly: hahaha, mas até que ele é bom..XD É bem diferente, garanto! =D É, bom, eu não vo o porque do uso dessa linguagem, mas enfim! Melhor abstrair e ler, depois começa a ficar bem legal e você se acostuma! Hahahaha, desde quando tem propaganda do Globo e do New York times no livro do QPH?? XD

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho que dizer ahaha a melhor parte das suas resenhas são os comentários da Jessi e do Zacky ahahaha adoro eles, li o primeiro "A caçadora" e me diverti horrores, me apaixonei e até quis bater em alguns personagens (kkkkkkkkk) sobre o livro Caminhos de Sangue eu já tinha ouvido falar do português nauseante rsrs complicado isso, pois apesar de ser para dar realismo ao livro sei lá eu acho que não me acostumaria, porém eu gosto tanto da sinopse que vou tentar ler ele, espero não me arrepender
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Vi essa capa no skoob mas nunca me interesse para procurar do que se tratava a estória... Bom, fiquei meio com um pé atrás por causa desses diálogos tão selvagens. Mas até que leria sim, querendo ou não, fiquei na curiosidade. Não resisto a distopias :P

    Zack, cuidado com suas palavras ahuahsuauhsahusa

    Bjão Vivi!

    ResponderExcluir
  8. Jhey: hahaa, que bom! XD Que bom que gostou...mas você quis bater em quem? Provavelmente no Zack e na Jessi mesmo! Dava vontade de bater várias horas..Aah, depois que você abstrai isso por algums horas, você se acostuma e vê que a história é boa! Verdade! ;D

    Pabline: Hahaha, acho que você ia gostar! A história é muito boa apesar de parecer selvagem...talvez seja até por isso..rs! Hahaha, até parece que ele se importa com o que fala..XD Beijoos!!

    ResponderExcluir
  9. É muito chato mesmo ler um livro com linguagem assim, já li alguns e realmente dá uma vontade tremenda de largar, mas gostei da sinopse e vou dar uma chance pra ele. ^^

    Eu já disse que adooooro suas resenhas???? rsrs
    Me acabando de rir aki! "super sapato alto voador!" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Acho que o Zack escapou fedendo dessa! kkkk

    ResponderExcluir
  10. É, ele é bom...no princípio irrita, mas quando você se acostuma, a leitura flui..rs Ahahaha, que bom! XD Ele sempre escapa..=p

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.