Eu sou o Mensageiro

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

                          Um livro que faz pensar...

Eu sou o Mensageiro, autor: Markus Zusak

Sobre o livro- sinopse da contra capa: "Ed Kennedy leva uma vida medíocre, sem arroubos. Trabalha, joga cartas com cúmplices do tédio, apaixona-se por uma amiga que dorme com todos os vizinhos do subúrbio e divide apartamento com um cão velho. O pai alcoólatra morreu há pouco; a mãe parece desprezá-lo.

Certo dia, ele impede um assalto a banco e é celebrizado pela mídia. O ato heróico tem conseqüência. Logo depois, Ed recebe enigmáticas cartas de baralho pelo correio: uma seqüência de ases de ouros, paus, espadas, copas, cada qual contendo uma série de endereços ou charadas a serem decifradas. Após certa hesitação, rende-se ao desafio. Misteriosamente levado ao encontro de pessoas em dificuldades, devassa dramas íntimos que podem ser resolvidos por ele. Uma mulher é estuprada diariamente pelo marido, enquanto uma senhora de 82 anos afoga-se em solidão, à espera do companheiro, morto há mais de meio século.

A ele parece caber o papel do eleito, do salvador. Convencido disso, segue instruções e se perde entre ficções de estranhos e sua própria, embaçada, realidade. A certa altura pergunta-se: "Eu sou real?" Markus Zusak cria um personagem comovente capaz de confrontar o mistério e, por meio da solidariedade, empreender um épico que o levará ao centro de sua própria existência."


Ufa, agora minha resenha!!

Bom, vou admitir, no começo tive um pouco de dificuldade com a narrativa e os personagens. É porque às vezes o autor fazia coisas como:
“Ele olha.
Bem pra fora do vidro.
Ele respira fundo.
Ele fica todo bolado.
Ele diz:
- Essa não!”
E eu pensava, putz, não dá pra pôr tudo na mesma frase ou coisa parecida? O problema é que acontecia muitas vezes...rsrsrs. Sem contar que tem palavrão à beça no livro e me incomodava. E os personagens não me cativaram no começo.

Depois eu entendi bem o que o autor queria fazer. Ele pôs personagens que à primeira vista não cativam, não atraem, irritam muitas vezes, mas com o tempo você percebe que eles são essencialmente humanos. Talvez aquele tipo de pessoa que você não põe a mão no fogo de jeito nenhum, mas te surpreende fazendo algo de boa vontade, sem esperar algo em troca.

Depois, conforme o livro vai passando você vai ficando cada vez mais curioso com o que está acontecendo, pensando o que você faria com essa ou aquela situação e eu muitas vezes me sentia bem tocada. Ele realmente se esforçava para ajudar as pessoas com gestos tão simples, mas para elas tão cheios de significado – como por exemplo comprar um sorvete para alguém –  que logo me vi pensando: “puxa, eu bem que podia tentar ajudar mais os outros também...” Não é só dinheiro às vezes que as pessoas precisam. Algumas vezes até de uns socos...rsrsrs...

Sabe que até o final do livro me senti meio... sei lá, egoísta à beça? Não é preciso grandes gestos para agradar alguém. E às vezes a pessoa não percebe que precisa de ajuda. Não é lindo? Todos nós precisamos ser tocados de vez em quando, é ou não é?

Esse com certeza é um livro que merece ser lido; mesmo que você se incomode com alguma coisa. Ele é o mesmo autor de “A menina que roubava livros”, que é um grande best seller. Dá uma lida, vale a pena!

E agora participe da promoção dele!!! =D

Comentários no Facebook
11 Comentários no Blogger

11 comentários:

  1. OI, amei a resenha, vou adicionar o livro na minha lista de procura-se.
    vou participar da promoção, já té divulguei no meu blog no slide de promoções, só vou me inscrever mais na frente, não gosto de ser a primeira!
    beijinho Chefa!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Leninha! Ah, que bom que gostou, é um livro lindo! Hahaha, tudo be então! rsrsrs! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Adoreei a resenha!
    O livro já está na minha "wishlist" =)
    Claro que eu estou participando do sorteio né hehehe
    E mais uma vez Parabéns pelo blog, muito boom mesmo! ^^

    beeeijos Vivi ;)

    ResponderExcluir
  4. Passando porque recebi o seu e-mail e fiquei curiosa pelo blog. Estou participando da promoção também. Adorei o blog, seguindo! o/
    beijos
    http://conflitosdeescritora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. AH, e sobre a resenha, adorei. Fiquei curiosa para ler, vou comprar assim que terminar os outros que estou lendo. ^^
    Beijos - de novo, haha.

    ResponderExcluir
  6. Jah tinha visto a resenha no blog da Camila, e gostei de cara! E agora então....TENHO Q LER ESSE LIVRO! rsrsrsrsrsrs
    To participando da promo, torcendo pra ganhar dessa vez! (mas com a minha sorte...num sei n viu! )kkkkkkkkkk
    Bjusss

    ResponderExcluir
  7. Engraçado como me senti meio egoísta também quando terminei de ler o livro! A gente sempre usa a desculpa que tá sem tempo ou não tem dinheiro suficiente e por isso não pode ajudar as pessoas, mas lendo esse livro a gente percebe que um simples bom dia para o porteiro pode ser de muita vali, né?!
    Indico para todo mundo!
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  8. Tathiane: Obrigaada, linda! Significa muuito mesmo pra mim! Aah, acho que você vai gostar!

    Claudia: kkkkkkk! Camila e eu vamos fazer um complô pra fazer as pessoas lerem mais!! hahaha!!! Que bom, boa sorte!! Vixe, se for que nem a minha....u.u

    Camila: Não é, menina?? Eu entendi tudo o que o autor quis dizer só depois...realmente é um livro muuito bom!!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Eu li esse livro quando o Cutrim me emprestou. Demorei três dias pra ler. No primeiro li a primeira parte, na segunda a segunda e no terceiro eu só parei quando acabou e depois fiquei coim cara de cão sem dono pq queria mais! XD

    E sim, é mto bom! eu recomnedo ^^

    ResponderExcluir
  11. hahaha, é mesmo..ele é bom demais! XD

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.