Belas Maldições

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009


Bom, acho que já está na hora de começar as resenhas, não é?

Esse aqui muita gente conhece; do Terry Pratchett e Neil Gaiman.
Sua chamada é "O apocalipse nunca foi tão divertido!"

Sobre o livro:


"Neil Gaiman e Terry Pratchett fizeram como as velhas profecias e marcaram um dia exato para o começo do fim do mundo: Sábado que vem, às 18:00hs. em uma pequena cidade inglesa.
A história começa por volta de 6000 anos atrás, com o inusitado diálogo entre Arizaphale, o anjo do Portão Leste do Éden e Crowley, a serpente que tentara Eva a morder a maçã. Apenas uma pequena introdução para a trama que virá.
5089 anos depois, ou seja, 11 anos atrás, Crowley está muito preocupado com um parto em particular, pois dele nascerá o Filho das Trevas, a criatura que, nos nossos dias, seria o responsável pelo início do Apocalipse. Para que isso aconteça, essa criança deveria ser tirada secretamente de seus pais verdadeiros e entregue a uma família – cuja mulher também daria à luz a um menino na mesma hora e hospital – que o criaria sob preceitos satanistas. A idéia era a de que atingisse o ápice de seus poderes aos onze anos de idade. As coisas dão errado e o menino, Adam, tem uma infância normal. Mesmo assim, alheios a tudo isso, Céu e Inferno preparam-se para o Armagedon e mobilizam seus principais agentes na Terra: Arizaphale e Crowley. No entanto, há um pequeno problema com o qual nenhuma das partes envolvidas contava: o anjo e o demônio adoram a Terra e seu povo e não querem que tudo seja destruído.
Hoje é quarta-feira e os dois tem três dias para encontrar um meio de impedir que o plano inefável do Céu e do Inferno aconteça...."  retirado de omelete.com


É um bom livro, com certeza. Um problema dele é que está repleto de piadas britânicas, coisas que você só pode entender se ler o livro em inglês. Por exemplo? Tem uma parte que alguém liga para o anjo e diz: "Desculpe, número certo!" Embora o certo seria "Sorry, right number" (que é um filme americano e só americanos entenderiam) (obrigada, dine, pela informação, porque deixei passar!). Mas a maneira como as bestas do apocalipse são retratadas essencialmente 'humanas' me deixou rindo à toa. Sem contar que as tentativas do anjo de serem as mais 'boazinhas' possíveis e Crowley (o anjo caído) tentando mostrar pra ele que 'não é errado porque todo mundo faz' são hilárias. As características meio sombria dos textos de Gaiman e as tiradas non-sense de Terry Pratchett são uma combinação perfeita!


Os nomes e características dos outros personagens são muito divertidas, e fico realmente imaginando como ia ser engraçado se o apocalipse realmente fosse assim! Admito que larguei o livro por um tempo, por ser meio entediante às vezes, mas depois não larguei mais. Depende  do nosso humor, né? rsrs!

Comentários no Facebook
5 Comentários no Blogger

5 comentários:

  1. Fiquei com muita vontade de ler esse livro! Vou adicioná-lo à minha estante! Impossível não querer ler depois do seu comentário!! hehe
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, que bom que gostou! É um livro divertido! =D

    ResponderExcluir
  3. Então sei que vou gostar! Já tá na estante, agora só falta verba para a aquisição! hehehehe

    ResponderExcluir
  4. Kaa-san, é Neil e não Meil Gaiman. =3
    =****

    ResponderExcluir
  5. Minha digitação é uma caca! XD Vou editar! =D

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.